Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


DANIEL RETAMOSO PALMA

DANIEL RETAMOSO PALMA


Daniel Retamoso Palma, de acordo com uma licença poética de sua mãe, portanto, partindo de sua língua materna, é um “filho do outono”, embora tenha nascido aos 15 dias de janeiro de 1981. Aos 15 anos, Daniel escreve seus primeiros poemas, aparentemente espontâneos. Aos 18 ingressa no curso de graduação em Filosofia, da Universidade Federal de Santa Maria, RS, sua cidade natal e quintal para seus primeiros encantamentos. Hoje conta com boas classificações em alguns concursos literários de âmbito nacional, como o Concurso Literário Felippe D’Oliveira (2005, 2007 e 2008), o Prêmio Cidade de Ipatinga de Poesia (2007), o Festival de Música e Poesia de Paranavaí (2007), e o Prêmio SESC de Poesia Carlos Drummond de Andrade (2008). Prepara seu 1° livro de poemas. 

Veja também: VIDEOPOEMA de Daniel Retamoso Palma>>>

 

Colheita no silêncio

  

colher

verbenas dos campos

do silêncio

colher

verbenas dos campos

                         minados pelo silêncio

ofertar seu pólen

          aos fantasmas do vento

que erguem poemas

          do que não tem verbo

colher

verbenas dos campos

          de concentração do silêncio

e ofertá-las ao tempo

          que cala no verbo

a flor do poema

colher

verbenas

          dos campos de batalha

entre flores de silêncio

          e sangue

e aos desertores do ab-surdo

          ofertá-las

em vez das medalhas

colher

verbenas

          dos campos-santos

consagrados ao silêncio

          exumar a voz dos corpos

que é nosso também o grito

          estrangulado em nossos mortos

colher

verbenas

          dos campos de fantasmas

exilados no silêncio

          e ofertá-las ao balé

do vento sem pátria

colher

verbenas

          dos campos do silêncio

e ofertá-las, sem esperança

          ofertá-las, apenas

 

 

 

Página publicada em dezembro de 2008



Voltar para a  página do Rio Grande do Sul Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar