Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GREGORIO DUVIVIER

GREGORIO DUVIVIER


É ator, poeta, nasceu no ano de 1986, mora no Rio de Janeiro.

Gregório já revela uma dicção inconfundível. Sua característica mais evidente é talvez o humor (como seria de se esperar num poeta que vem também se destacando como um excepcional comediante, no teatro e no cinema), que vai do ludismo suave de “Receita para um dálmata” ao tom cáustico de “Unha e carne”. Mas um delicado toque lírico também se revela em várias peças, em particular no “Roteiro para um longa-metragem de 4 cenas”, poema em prosa em que o jovem faz o inevitável ajuste de contas com sua infância.” Paulo Henriques Britto

Mesmo sendo com um livro de estréia, ele começou por onde outros nunca chegam.”
Antonio Miranda

 

DUVIVIER, Gregorio.  A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008.  72 p.  13x20 cm.  ISBN 978-85-7577-551-6   Col. A.M.

 

manuela

manuela, você não
passa de uma gripe
que me entope os
poros:qualquer dia
desses eu te esqueço
         num espirro.



unha e carne

eram como unha e carne os dois
e como unha e carne partiram-se
em metades injuntáveis ambos
sob o alicate inox e ela
repousa no ladrilho, âmbar:
lua minguante sobre o bidê.

Receita para um dálmata

 

(ou: Soneto branco com bolinhas pretas)

 

Pegue um papel, ou uma parede, ou algo

que seja quase branco e bem vazio.

Amasse-o até que tome forma

de um animal: focinho, corpo, patas.

 

Em cada pata ponha muitas unhas

e em sua boca muitos dentes. (Caso

queira, pinte o focinho de qualquer

cor que pareça rosa). Atrás, na bunda,

 

ponha um fiapo nervoso: será seu

rabo. Pronto. Ou quase: deixe-o lá

fora e espere chover nanquim. Agora

 

dê grama ao bicho. Se ele rejeitar,

é dálmata. Se comer (e mugir),

é uma vaca que tens. Tente outra vez.

 

 

sobre a exaustão das retinas

 

ja não me diz nada um por do sol em cancun

e um coqueiro em alto-mar já vagou por protetores

de tela demais para me causar qualquer sensação

de bem-estar; os casais parisienses que habitam

calendários já não me dão sequer vontade

de ir a paris assim como não me comovem

mais as crianças de sebastião salgado nem

a menina que foge do ataque do napalm

e que em breve estampará cangas e biquínis;

as imagens estão gastas e não há nenhuma

que erga pontes como a palavra que.

 

 

Soneto para construir janelas

 

         para Paulo Henriques Brítto

 

Erguer antes de tudo uma parede -

a parede no caso é importantíssima,

pois as janelas só existem sobre

paredes, as janelas sobre nada

 

são também nada e não são sequer vistas.

Em seguida, quebrá-la até fazer

nela um grande buraco, não maior

que a parede, pois precisamos vê-la,

 

nem menor que seus braços - as janelas

sobre as quais não se pode debruçar

não são janelas, são buracos. Pronto.

 

Ou quase: agora basta construir

um mundo do outro lado da parede,

para que possas vê-lo, emoldurado.

 

 

 

 

 

POESIA - PIADA – Breve antologia da poesia engraçada. Organizador: Gregorio Duvivier. São Paulo: Ubu Editora: 2017.  10 x 15 cm   col. Capa dura. ISBN 821.134-3-1.  
Inclui os autores: José Paulo Paes, André Dahmer, Alice Sant´Anna, Millor Fernandes, Bruna Beber, Juó Bananére, Pedro Rocha, Chacal, Vinicius de Moraes, Bith, Paulo Leminski, Bruno Brum, Mário Quintana, Gregorio Duvuvier, Cacaso, Gregório de Matos, Geraldo Carneiro, Hilda Hilst, Oswald de Andrade, Francisco Alvim, Alice Ruiz, Mano Melo, Leila Miccolis, Angélica Freitas, Eudoro Augusto, Zuca Sardan, Eduardo Kac, Glauco Mattoso. [ Poesia satírica, humorística  ) Ex. bibl. Antonio Miranda

 

Página publicada em agosto de 2009; ampliada em maio de 2019

 

Voltar para a  página do Rio de Janeiro Voltar ao topo da página

 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar