Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

ADELINA AMÉLIA LOPES VIEIRA

 

Adelina Amélia Lopes Vieira (Lisboa, 20 de setembro de 1850 — Rio de Janeiro, 2 de fevereiro de 1923) foi uma escritora, poeta, contista, teatróloga e educadora brasileira.

 

Veja também: http://www.antoniomiranda.com.br/Brasilsempre/adelina_lopes_vieira.html

 

A MENSAGEIRA – Revista literária dedicada à mulher brasileira. VOLUME II.  São Paulo. SP: Imprensa Oficial do Estaddo S.A. IMESP.   Edição fac-similar.  246 p.    Ex. bibl. Antonio Miranda

 

A Lancha Negra

 

Para velar da lua a face refulgente
Nuvens pesadas vão correndo acumuladas,
E na treva do oceano as vagas compassadas
Passam uma por uma interminavelmente.

Mais do que a sombra, escura, avulta de repente
A lancha negra, vem. . .. dos remos as pancadas
Ferem o mar, que chora, em gottas prateadas,
As lagrimas sem fim da sua dor pungente.

Eil-a a meus pés a lancha, e nella, silenciosa
Embarca a doce e branca imagem de outra edade.
E vejo-a ir... sumir-se ... a lancha mysteriosa....

Então, dentro de mim, n'um soluço, a saudade
Murmura, a prescrutar a sombra tenebrosa:

Nunca mais voltarás, nunca mais, mocidade!

Adelina A. Lopes Vieira

 

 

DOIS OÁSIS

A Presciliana Duarte

 

Ha dois oásis no deserto extenso
Da nossa vida, onde se apagam dôres:
Um, tem fontes e sombras e fulgores
Outro, o dormir no seio bom do Immenso.

 

Queimaste os pés n'esse brazeiro intenso ?
Morres de sede? Um diz, tens agua e flores
Bebe!  Revive ! Esquece os amargores .. .
Eu sou o Amor, que a desventura venço.

 

E o outro diz com voz sonora e calma:

Cançaste? Vem! desprende o pensamento
Deixa-o voar nas azas brancas d'alma,

Acolhe-te a meu seio, e n'um momento
Um somno dormirás que a angustia acalma.
Eu sou a Morte, eu sou o esquecimento.

 

 

Adelina Lopes Vieira / Maria Clara da Cunha Santos

                1891.

 

Página publicada em julho de 2019

 

Página publicada em julho de 2019


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar