Home
Sobre Antonio Miranda
Currículo Lattes
Grupo Renovación
Cuatro Tablas
Terra Brasilis
Em Destaque
Textos en Español
Xulio Formoso
Livro de Visitas
Colaboradores
Links Temáticos
Indique esta página
Sobre Antonio Miranda
 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
MARIA DAS GRAÇAS TARGINO

MARIA DAS GRAÇAS TARGINO

 

 

Doutora em Ciência da Informação

Pós-Doutora em Jornalismo

A profa. Dra. Maria das Graças Targino, egressa do curso de Jornalismo do UNIFSA, é uma das cinco cientistas brasileiras a ter seu nome incluído no Open Box da Ciência 2020, por seu protagonismo nas áreas das Ciências Sociais Aplicadas/Ciência de Informação. Segundo a plataforma, Graça Targino é uma das 250 mulheres que protagonizam, com destaque, a pesquisa brasileira.

 

 

 

TEXTO EM PORTUGUÊS  - TEXTO EM ITALIANO

 

 

 

 

LONGAS ESPERAS

 

 

Longas esperas.

Às vezes, alegres.

Às vezes, dolentes e dolorosas.

Às vezes, despercebidas.

Às vezes, seguidas, com atenção, hora a hora, minuto a minuto.

Mas nada importa, a não ser a doce consciência de que esperar é preciso, como forma única de viver.

Esperar está arraigado ao próprio viver.

Esperar é, antes de tudo, viver.

Ou viver é esperar?

Não sei!

Mas, enquanto espero o dia passar, olho em volta e vejo...

Espaços vazios.

Cadeiras vazias.

Quadros destituídos de olhares atentos ou desatentos.

Gavetas intactas.

CDs mudos.

DVDs silenciosos.

Livros despovoados de mãos cuidadosas ou não.

Talheres impecavelmente limpos.

Pratos vazios.

Fogão intocado.

Coração tocado em chamas...

 

           (out. 2020)

 

 

PARA VOCÊ

 

A audácia de me expor.

O destemor diante da vida.

A coragem de assumir infinitas falhas

A coragem de dizer que sou verdadeiramente humana.

A coragem de chorar.

A coragem de sofrer.

A coragem de não me esconder.

A coragem de gritar e não me envergonhar.

A coragem de sorrir desavergonhadamente.

E meus sorrisos são autênticos.

Eu escrevo. E sinto paz.

Eu peço amor. E não nego.

Eu busco. E me perco nos caminhos e descaminhos da vida.

Eu erro. E me penitencio.
Eu me perco. E me encontro.

Eu caio. E me levanto.

 

                                                           PARA VOCÊ!

 

 

 

TEXTO EM ITALIANO

 

 

PER TE

 

L'audacia di mostrarmi.

L‘impavidità di fronte alla vita

 

Il coraggio di affrontare infiniti fallimenti.

Il coraggio di dire che sono veramente umana.

 

Il coraggio di piangere.

Il coraggio di soffrire.

Il coraggio di non nascondermi.

Il coraggio di urlare e non mettermi in imbarazzo.

Il coraggio di sorridere spudoratamente.

I miei sorrisi sono autentici.

Scrivo. E sento la pace.

Chiedo amore. E non nego.

Io cerco. E mi perdo nei modi e nelle scorciatoie della vita.

Faccio un errore. E mi penalizzo.

Mi perdo. E mi ritrovo.

Cado. E mi alzo.

 

PER TE.

Participação na XXVI Edizione Premio di Poesia em memória de “Antonella Sparpagli”, 7º lugar, promovida pela Università per Stranieri di Siena, Siena – Itália, no dia 22 de agosto de 2019.

 

Fonte:  Whiskey "n" Wimmin

MUTAÇÃO SEM COMEÇO E FIM

Mudo a cada dia.

Desnudo-me.

Me visto de imediato.

Me exponho.

Me camuflo por trás do que não sou.

Nunca fui. Nunca serei.

Choro de prazer.

 

Grito de dor.

Urro de raiva e ira pura.

Floresço.

Exalo vida.

Cheiro à dor e à morte.

Murcho.

Não há mais flor a florescer.

Morro.

Renasço.

Sorrio.

Exalo paz.

Clamo de dor.

Tardo a morrer.

E assim incessantemente.

A muta sem começo e fim me exaure.

Mata meu corpo de exaustão.

Explode minha alma de lamento e desesperança.

Até quando?

                           Jul. 2021

 

 

 

Página publicada em julho de 2020


 

 

 
 
 
Home Poetas de A a Z Indique este site Sobre A. Miranda Contato
counter create hit
Envie mensagem a webmaster@antoniomiranda.com.br sobre este site da Web.
Copyright © 2004 Antonio Miranda
 
Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Click aqui Home Contato Página de música Click aqui para pesquisar